Kassab retarda nomeações do CTC do INPE

Depois das eleições ocorridas entre 27 de abril e 2 maio, o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) anunciou, por meio do seu núcleo de comunicação, que a nomeação do Comitê Técnico-Científico (CTC), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), ocorrerá até o final deste ano, no entanto sem fixar a data.

O CTC é órgão colegiado máximo do instituto e teve os nomes eleitos por meio de consulta interna oficial. “Inicialmente informa-se que os mandatos dos membros do CTC do INPE expiraram em 9 de setembro de 2017”, informou a pasta.

“Já em relação à dinâmica da nomeação dos novos membros do CTC do INPE, o Instituto solicitou ao MCTIC, inicialmente, a substituição de dois nomes cujos mandatos estavam se encerrando, todavia, tendo em vista que os mandatos dos demais membros também estavam para se encerrar, o MCTIC solicitou ao INPE que a solicitação passasse a contemplar a totalidade dos membros, o que motivou a necessidade da realização de uma eleição interna complementar, para o caso dos membros do quadro permanente do INPE”.

 

Consolidação”

Prossegue o comunicado do MCTIC: “Atualmente o processo de substituição de todos os membros do CTC do INPE está sob consolidação pelo Instituto e posterior encaminhamento ao MCTIC, sendo que, a partir de então, seguirá o processo normal de emissão da Portaria Ministerial”.

O CTC é composto por representantes do quadro permanente das carreiras de Pesquisa, de Desenvolvimento Tecnológico e de Gestão do INPE, por dirigentes ou titulares de cargos equivalentes em Unidades de Pesquisa do MCTIC ou de outros órgãos atuantes em áreas afins às do Instituto; e ainda por representantes da comunidade científica, tecnológica ou empresarial.

Com a decisão de se recompor o CTC integralmente, serão escolhidos seis nomes de representantes das três carreiras que compõem o INPE: dois da área de Gestão; dois da área de Desenvolvimento Tecnológico; e dois da área de Pesquisa.

Pelo regimento, o ministro deveria escolher estes nomes por meios de três listas sêxtuplas. Porém, como não houve número suficiente de candidatos para preencher estas listas, a direção do INPE enviou o que tinha em mãos, ou seja: dois nomes de pesquisadores (para escolher dois), três nomes de tecnologistas (para escolher dois), e quatro nomes da área de gestão (para escolher dois), já considerando as duas eleições que aconteceram.

Constam da relação enviada ao MCTIC os seguintes nomes, eleitos pela comunidade do INPE: Pesquisa: Claudia Vilega Rodrigues (28 votos) e Carlos Alexandre Wuensche de Souza (25); Gestão: Marciana Leite Ribeiro (20 votos), Maria Ligia Moreira (12), Mary Cleide Hernandes Montovaneli (7 votos) e Claudia Alves de Magalhães (6); Desenvolvimento Tecnológico: 1ª eleição- Gino Genaro (44 votos) e Eduardo Abramof (39 votos), 2ª eleição-Adalberto Pacifico Comiran (51 votos) e Eduardo Abramof (41). (A.L.)

 

Compartilhe
Share this