As Fragilidades do Novo Modelo Atuarial do Regime Geral da Previdência Social

in Previdência

AS FRAGILIDADES DO NOVO MODELO ATUARIAL DO REGIME GERAL DA PREVIDÊNCIA:

O MODELO SUPERESTIMA A DESPESA E SUBESTIMA A RECEITA

O governo argumenta que a reforma da previdência é uma necessidade advinda de um
suposto déficit, mas ignora os impactos sobre o equilíbrio atuarial do sistema previdenciário de medidas recentemente aprovadas no Congresso, notadamente a terceirização, além da proposta de reforma trabalhista, que seguramente impactarão negativamente as receitas do RGPS.

Veja a publicação conjunta do SindCT, Dieese e Anfip:

http://www.sindct.org.br/files/notatecnicarp.pdf