Servidores do INPE, DCTA e Cemaden aprovam paralisação

in Notícias SindCT

Reunidos em assembleia na manhã de hoje, 20 de setembro, os servidores do INPE, DCTA e Cemaden aprovaram, por unanimidade, a adesão ao movimento nacional de paralisação das atividades na próxima quinta-feira (22 de setembro).

A categoria decidiu pela realização do Ato na praça em frente a portaria do DCTA.

Diante do ataque do governo a todos trabalhadores, com enorme prejuízo tanto para trabalhadores do regime CLT quanto RJU, as mudanças propostas foram apelidadas de “Pacote de Maldades” e “Era da Temeridade”.

Além da pauta Nacional, os servidores também se mobilizam por:
- Defesa das instituições INPE, DCTA e Cemaden
- Novas contratações para reposição de pessoal
- Novos projetos para as instituições

Pauta do Dia Nacional de Paralisação e Mobilização:

• Aumento da jornada de trabalho
• Elevação da idade mínima para aposentadoria para 65 anos (homens e mulheres)
• Em defesa dos salários, direitos e empregos;
• Não à Reforma da Previdência Social;
• Contra o ajuste fiscal que consta na PEC 241 e no PLP 257;
• Contra as privatizações e precarização;
• Contra a entrega do pré-sal;
• Contra o PLC 30 das terceirizações sem limite.

Paralisação dos servidores do DCTA, INPE e Cemaden

dia 22 de setembro, a partir das 8h30, na praça Eduardo Gomes (em frente a portaria do DCTA)